Fortalecer a cadeia de fornecimento em meio aos impactos da COVID19 nas pequenas e médias empresas

Categoria(s): Artigos 24 mar. 2020

Como fortalecer a cadeia de fornecimento em meio a uma das maiores crises que já vivenciamos.

O ano de 2020 que prometia ser a retomada econômica para o Brasil, foi interrompido pela pandemia mundial da COVID19. As medidas para contenção da doença adotadas, que foram necessárias de fato, impactaram muito a economia do pais e a saúde financeira das empresas. Esse artigo foi escrito em 27 de março e até então não conseguimos medir o tamanho do problema que será deixado por essa doença, mas já estimamos ao menos 2 anos para uma recuperação.

As grandes empresas sofrerão o impacto e terão que trabalhar duro para retomar ao mesmo patamar de antes da crise, já as pequenas e médias empresas geralmente não possuem a mesma estrutura e robustez para aguentar o impacto. Muitas dessas empresas devem fechar suas portas nesse ano, que deve gerar mais de 25 milhões de desempregados no nosso país.

Para ajudar essas empresas o governo já está colocando em prática programas para que posterguem seus impostos, financiem sua folha de pagamento para evitar demissões e também negociando linhas de credito de mais fácil acesso, menores taxas de juros e longos prazos para pagamento.

Os bancos por sua vez também devem reduzir suas taxas de juros para estimular a recuperação da economia, o que deve ser uma enorme ajuda para as grandes empresas se reerguerem, entretanto para as PME, mesmo com a queda de juros, em meio a essa crise elas passam a representar mais risco ao tomar crédito, o que pode resultar em nenhuma redução ou até mesmo ficar mais caro para financiar sua operação.

As PME além de representarem uma grande parte da economia e gerarem cerca de 70% dos empregos do país, também são de suma importância para o desempenho das grandes empresas e cooperativas. Analisando a cadeia e fornecimento dessas corporações encontramos geralmente uma situação, como o gráfico abaixo, que 80% do número de empresas é formado por pequenas e médias.

Cauda Longa da Cadeia de Fornecedores
Cauda Longa da Cadeia de Fornecedores

Nesse momento uma das maiores preocupações dessas grandes empresas e cooperativas é fortalecer a cadeia de fornecimento e criar um ambiente financeiro que promova a recuperação e crescimento das empresas que a compõe, principalmente as de menor porte. O acesso que essas corporações possuem a crédito barato pode ser utilizado para fomentar programas de financiamento ao fornecedor, no qual a grande empresa “empresta” seu risco de crédito para que o mesmo possa receber antecipadamente, pagando o custo de crédito da compradora. Essa prática, visando o fortalecer a cadeia de fornecimento, já é amplamente aplicada na Europa (conhecida como supply chain finance) e vem se desenvolvendo rapidamente no Brasil. Agora com essa nova realidade criada pela crise do Corona Vírus deve acelerar ainda mais essa expansão.

Com esse modelo de antecipação de recebíveis é possível criar uma relação financeira mais saudável entre todas as partes. Ao contrário da operação de factoring que é originada pelo vendedor, temos o comprador como centro da operação, o que dá a garantia que esse titulo está livre de fraudes e que vai ser pago pela compradora sem contestações. Assim o risco assumido pela instituição financeira se resume ao risco de crédito da compradora, que gera um custo financeiro muito menor para a pequena empresa que busca capital de giro.

A giro.tech oferece uma plataforma e todos o serviço necessário para essa operação sem nenhum custo, bastando a grande empresa conectar seu contas a pagar a nossa solução. Temos mais de R$5B disponíveis, providos por nossos parceiros financeiros entre fundos de investimento e bancos, para financiar a operação com os fornecedores e ajudar essas empresas a voltar a crescer.

Dinâmica dos programas para financiamento a fornecedor da Giro.Tech
Dinâmica dos programas para financiamento a fornecedor da Giro.Tech

O período pós crise será duro para todos e o futuro das empresas modelado pelas escolhas que assumirmos nesse momento, devemos nos preparar desde já para uma retomada em grande força e velocidade para reverter esse cenário. Nos da giro.tech estamos a disposição de todas as empresas que desejarem tornar sua cadeia de fornecimento mais forte e sustentável. Se sua empresa precisa financiar seus fornecedores, conhece alguma empresa que precisa dessa solução ou até mesmo se você é o fornecedor de empresas que possuem longos prazos para realizar o pagamento, nós podemos ajudar. Fale com a gente.

Acesse nosso estudo completo no link abaixo, sobre a crise da COVID19 e os impactos nas cadeias de produtivas e como fortalecer a cadeia de fornecimento:

COMPARTILE:

Veja também